Propomos concentrar artigos, de autores diversos, (postados na internet, revistas ou livros) com vista a reunir num mesmo lugar o que está espalhado por ai. A intenção-maior, ao reunir as manifestações de ideias que este Blogueiro se identifica, é compartilhar o conhecimento, enfatizar o senso comum que preza pelo amor a Deus e ao próximo, que valoriza a vida humana e tudo que compõe nosso espetacular ecossistema. Não há objetivo comercial nisso. Blog principal: Belverede.

Translate

Research | Pesquisar artigos de Cosmovisão

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Marilena Chiaui define o substantivo verdade em grego hebraico e latim

Por Marilena Chaui

Nossa idéia de verdade foi construída ao longo dos séculos, com base em três concepções diferentes, vindas da língua grega, da latina e hebraica.
.
Grego
.
Em grego é alétheia ("a" indica negação e "léthe" significa esquecimento). Em outras palavras, o não-esquecido, o não-escondido, o não-dissimulado. "é uma auto-manifestação da realidade ou manifestação dos seres à visão intelectual dos humanos. Ela é uma qualidade das próprias coisas (o manifestar-se ou mostrar-se a si mesmas e o verdadeiro está nas próprias coisas, quando o que elas manifestam é a sua realidade própria. Conhecer é ver e dizer a verdade que está na própria realidade, e portanto a verdade depende de que a realidade se manifeste, enquanto a falsidade depende de que ela se esconda ou se dissimule em aparências. Por isso, na concepção grega, o verdadeiro é o ser (o que algo realmente é) e o falso é o parecer (o que algo aparenta ser e não é).

Latino

Em latim, verdade se diz veritas e se refere à precisão, ao rigor e à exatidão de um relato, no qual se diz com detalhes, pormenores e fidelidade o que realmente aconteceu. Verdadeiro se refere, portanto à linguagem como narrativa de fatos acontecidos, refere-se a enunciados que dizem fielmente as coisas tais como foram ou aconteceram"

Em outras palavras, no grego a aparência (refere-se ao fato) é o contrário da verdade, e no latino, o contrário da verdade é a mentira e a falsificação (refere-se à linguagem)!

Hebraico

Em hebraico, verdade se diz emunah e significa "confiança". Agora são as pessoas e é Deus que são verdadeiros. Um Deus verdadeiro e um amigo verdadeiro são aqueles que cumprem o que prometem, são fiéis a palavra dada ou a um pacto feito: enfim, não traem a confiança.

A verdade se relaciona com a presença de alguém (Deus ou humano) e com a espera de que aquilo que foi prometido ou pactuado irá cumprir-se ou acontecer. Emunah é uma palavra da mesma origem que "amém" e significa "assim seja". A verdade é uma crença fundada na esperança e na confiança em uma promessa , estando referida ao futuro, do que será ou virá. Sua forma mais elevada é a revelação divina e sua expressão mais perfeita é a profecia.

Resumo:

Alétheia - as coisas como são e sempre serão, tais como se manifestam agora ao nosso espírito;

Veritas - aos fatos que foram (relatados);

Emunah - em relação às coisas que serão (e que foram prometidas).

Fonte: Convite a Filosofia, capítulo 3, tópico As Concepções da Verdade (Editora Àtica - São Paulo, 2000).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Select the language